CLIQUE NO PLAY E ASSISTA O VIDEO,

ULTIMAS NOTICIAS

ULTIMAS NOTICIAS

MEC divulga 1ª lista de aprovados no ProUni

O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira (25) a consulta da primeira lista de aprovados do ProUni, programa de bolsas para estudantes de baixa renda ingressarem em instituições privadas de ensino superior.
Os estudantes podem consultar o resultado no site do ProUni. Para isso, os candidatos devem selecionar o nome da instituição para consultar a lista completa.
O candidato deverá comparecer à instituição de ensino para a qual foi selecionado até o dia 1° de fevereiro, levando os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Caso perca a data, o candidato será automaticamente excluído do processo.
Entre os documentos a serem apresentados estão a carteira de identidade, o comprovante de residência, o comprovante de rendimento e o de conclusão do ensino médio. A relação completa de documentos pode ser conferida na página do ProUni.
De acordo com o MEC, haverá uma segunda chamada no dia 12 de fevereiro. Se não selecionado, o estudante pode indicar interesse em participar da lista de espera, no período entre 26 e 29 de fevereiro.
Para a primeira edição do ProUni 2016, o MEC oferece 203.602 bolsas de estudo, entre integrais e parciais (50% de desconto), em instituições de ensino superior. No ano passado, o programa de início de ano ofertou um total de 213.113 bolsas –uma redução de 4% no total.
Para concorrer a uma bolsa do ProUni do primeiro semestre de 2016, os candidatos precisavam ter participado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2015 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e não ter tirado nota zero na redação.
QUEM PODE PARTICIPAR
Estudantes de baixa renda podem solicitar uma bolsa do ProUni. Para isso, o aluno deve cumprir alguns requisitos: ter feito o Enem 2015; ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou bolsista integral em escola privada; não ter diploma de ensino superior e renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos (R$ 2.640).
O critério de renda, entretanto, não se aplica a professores da rede pública que desejam obter a bolsa para estudar em curso de licenciatura.
CURSOS
Em relação aos cursos, houve um aumento de 30.549 para 30.931. A graduação de medicina, por exemplo, está disponível em 82 municípios. Na cidade de São Paulo, há 48 bolsas para o curso, distribuídas em seis instituições de ensino.
O MEC informou que 97 instituições de ensino superior que participaram do ProUni em 2015 foram impedidas de participar este ano porque tiveram nota de avaliação institucional inferior a 3 no IGC (Índice Geral de Cursos) e estão sob supervisão do ministério.
"A exigência de qualidade do sistema para participar do ProUni e do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) já atinge o total de 347 instituições, que estão impedidas de participar desses programas e sob supervisão do MEC", disse, em nota, o ministério.
Fonte: Blog Cidade News via Folha de São Paulo

Pesquisar este blog

Arcebispo da Paraíba convoca para Greve Geral

A Greve Geral que deve paralisar o Brasil próxima sexta-feira, 28, ganhou reforço de membros da igreja Católica. Na P...

MAIS VISTAS

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

INSTAGRAM @namidiadorn