CLIQUE NO PLAY E ASSISTA O VIDEO,

ULTIMAS NOTICIAS

ULTIMAS NOTICIAS

Taxa de abstenção do Enem é a menor desde 2009

As medidas adotadas pelo Ministério da Educação para restringir a inscrição indiscriminada ao Exame Nacional do Ensino Médio parecem ter surtido efeito. Em coletiva após o encerramento do segundo dia de provas, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, informou que a taxa de abstenções ficou em 25,5% dos 7,7 milhões de inscritos, a menor desde a reforma do concurso, em 2009. No período, o menor índice até então aconteceu em 2011, com 26,4% e 5,3 milhões de participantes.

Para reduzir os custos da realização do exame, o Ministério da Educação (MEC) aumentou o valor da taxa de inscrição pela primeira vez em dez anos, de R$ 35 para R$ 63, além de cortar a isenção de alunos faltosos na edição do ano que vem.

— Aqueles que tinham isenção e não justificaram ausência na prova do Enem só o farão ano que vem pagando as inscrições — ressaltou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, em coletiva após o encerramento das provas deste domingo.

O número de eliminados também caiu. Ao todo, foram 740, mais que a metade dos 1.519 excluídos na edição passada. Destaque para a redução drástica no número de casos de candidatos que postam fotos em redes sociais de dentro dos locais de prova. Em 2014 foram 236, contra apenas três neste ano, sendo uma no sábado e dois no domingo.

— A cultura de respeito às regras, as providências de segurança, detectores de metal, o treinamento dos fiscais, estão surtindo efeito — disse o ministro.

O ministro também citou os eventos que prejudicaram a realização dos exames em algumas praças. Ao todo, foram nove emergências médicas — cinco no sábado, incluindo o óbito de uma fiscal de provas, e quatro no domingo — e 23 interrupções temporárias no fornecimento de energia. Em um colégio em Marituba, no Pará, a falta de luz foi prolongada e os 661 candidatos terão que refazer as provas nos dias 1 e 2 de dezembro, junto com os estudantes de Rio do Sul e Taió, que tiveram o concurso suspenso por causa das chuvas.

— A prova está feita, agora o que vale é a nota de cada um. Quem estudou seguramente terá um bom resultado, quem não teve um bom resultado terá a chance de fazer de novo — concluiu Mercadante.

Fonte: O Globo

Pesquisar este blog

Arcebispo da Paraíba convoca para Greve Geral

A Greve Geral que deve paralisar o Brasil próxima sexta-feira, 28, ganhou reforço de membros da igreja Católica. Na P...

MAIS VISTAS

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK