CLIQUE NO PLAY E ASSISTA O VIDEO,

ULTIMAS NOTICIAS

ULTIMAS NOTICIAS

Coronel Fernandes criticou o comandante-em-chefe da PM publicamente

http://blogdoprimo.com.br/
O tenente-coronel PM Fernandes (FOTO) foi candidato a deputado estadual, em 2014, pelo PSD, postou no Facebook, um relato que presta solidariedade ao coronel Ângelo, exonerado do posto de comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, e critica a gestão estadual, dizendo, entre outras coisas, que o governador
“errou feio”.
Abaixo, entre aspas, o texto do tenente-coronel Fernandes:
“Venho a público externar minha indignação perante a decisão parcial e equivocada do Senhor Robinson Faria, governador do RN, na pasta da segurança pública. Ora, se quer mostrar verdadeiramente ao povo norteriograndense que é de fato o governador da Segurança Pública, que faça, então, a mudança de toda a cúpula da referida pasta. Exonerar apenas o nosso Comandante Geral e não mudar o Delegado Geral nem tampouco a Secretária de Segurança Pública, não foi nem um pouco imparcial de sua parte, governador. E, pior, dizer que a gloriosa Polícia Militar não acompanhou a violência, imputando-lhe, injustamente, toda a culpa pelo caos em que vivemos, sem reconhecer que o sistema de segurança pública é uma engrenagem, na qual a PM é mais uma peça desse todo, que só funciona bem se todos os entes envolvidos cumprirem metas e mostrarem resultados, coisa que a PM vem fazendo, como sempre fez, mostrando resultados, todo santo dia, carregando a segurança pública nas costas, prendendo dezenas e mais dezenas de infratores, e apreendendo, igualmente, centenas de armas de fogo, e recuperando inúmeros veículos roubados, e retirando de circulação significativas quantidades de drogas, sobretudo de crack, a droga da morte, e salvando, enfim, incontáveis vidas no trânsito de Natal e de todo o estado elefante, convenhamos, governador, pegou mal pro senhor. Vossa Excelência errou feio, errou rude. A população esperava uma grande mudança digna do homem que prometeu ser o governador da segurança pública. E eis que o senhor Robinson Faria, mal assessorado, só pode, cria um bode expiatório, sobre quem recai, injustamente, todo o fracasso das políticas de segurança pública do seu governo; como se a completa falência do sistema penitenciário do RN não fosse um dos principais geradores dos altos índices de criminalidade, atualmente; como se o déficit existente hoje de cinco mil policiais militares não fizesse a menor falta nas fileiras da gloriosa Polícia Militar do RN; como se, para ilustrar apenas um exemplo, somente três viaturas da PM (isso mesmo, somente três!) fossem suficientes para fazer a segurança de toda a zona norte de Natal, quando, em 2010, há seis anos, contávamos com catorze veículos patrulhando a zona norte. Me solidarizo, neste momento, com o nosso Comandante, o Coronel Ângelo, homem digno, honrado, profissional dedicado, cujo comando sempre esteve pautado na ética, no equilíbrio e no diálogo. Além de excelente oficial, o Coronel Ângelo é historiador, protagonista da compilação de toda a História da PM-RN. Não merecia passar por tamanha injustiça. Não merecíamos! Igualmente, me solidarizo com todos os praças e oficiais, os quais, mesmo diante das inúmeras adversidades aqui já elencadas, continuam trabalhando, diuturnamente, para salvaguardar a sociedade potiguar, mesmo com o risco a própria vida. Por fim, sugiro ao senhor governador que termine a mudança que começou, para ficar menos feio na fita com a polícia e, principalmente, com o povo, que não aguenta mais promessas não cumpridas. Substitua, portanto, a Secretária de segurança pública por alguém externo às polícias militar e civil, bem como crie duas subsecretarias de segurança pública, cujos subsecretários serão um Coronel fechado e um Delegado especial, para que haja equilíbrio. Não questiono aqui a competência da Sra Delegada a Dra Kalina Leite. Mas do que jeito que está a balança do bônus só pende para um lado; a sardinha só é puxada para a brasa de uma instituição, no caso, a Polícia Civil. Para a PM, coitada, com centenas de promoções atrasadas, só restou-lhe o ônus. E a culpa de toda a insegurança do estado. Até quando a Polícia Civil será blindada, Senhora Secretária? Até quando a PC vai se eximir da responsabilidade, da parte que lhe cabe neste latifúndio? TC PM Fernandes”
O governador Robinson Faria ficou surpreso com as criticas do tenente coronel e decepcionado com suas declarações. Um amigo de Robinson disse que essas criticas poderiam ser feitas pessoalmente, mas, publicamente trata-se de um comportamento de adversário.
Sendo uma critica pública, e o coronel estando na ativa, pode-se considerar um ato de indisciplina pelo fato do governador ser o comandante-em-chefe da Polícia Militar. Não cabe a nenhum oficial reprovar ou apontar erros aos oficiais e comandantes superiores.
Levando em consideração a amizade do governador com o coronel Fernandes, o governador consultado de deveria adverti-lo, Robinson disse que seja relavado qualquer censura e iria conversar pessoalmente com o amigo e correligionário.
O coronel Fernandes pretende ser candidato a prefeito de Macau e disputa à candidatura com o jornalista Túlio Lemos que também apoiou Robinson desde o primeiro momento.

Pesquisar este blog

Arcebispo da Paraíba convoca para Greve Geral

A Greve Geral que deve paralisar o Brasil próxima sexta-feira, 28, ganhou reforço de membros da igreja Católica. Na P...

MAIS VISTAS

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

INSTAGRAM @namidiadorn