CLIQUE NO PLAY E ASSISTA O VIDEO,

ULTIMAS NOTICIAS

ULTIMAS NOTICIAS

“Henrique Alves já era para estar preso”, afirma vereador petista

Atual ministro do Turismo já foi citado em algumas delações da Operação lava Jato

Ver.-Fernando-Lucena-Foto-ELPÍDIO-JÚNIOR-750x495
O vereador Fernando Lucena (PT) comentou na manhã desta terça-feira (24) o vazamento de áudios do senador Romero Jucá (PMDB). No diálogo, o peemedebista sugere um pacto para deter a Operação Lava Jato com o impeachment da presidente Dilma Rousseff em uma conversa com o ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado.
Para Lucena, os áudios do agora ex-ministro do Planejamento são mais graves que as denúncias envolvendo o ex-senador petista Decídio do Amaral (PT). “Esses áudios são muito mais graves do que o Decídio disse. Nós temos aí a prova, eles mandaram prender ele e cassaram. Daí o outro faz pior e não acontece nada”, questionou.
O parlamentar também comentou sua insatisfação com a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF). “O Supremo está partidarizado, como cidadão eu não aceito esse tipo de proteção com determinados partidos. Acredito que os magistrados honestos, que são a maioria em nosso país, estão envergonhados”, ressaltou.
Quando questionado sobre a possibilidade de vestígios destas ligações com o Ministro do Turismo, o potiguar Henrique Eduardo Alves, o petista foi direto em sua resposta. “Henrique já era para estar preso, ou no mínimo não ter assumido o ministério. Porém assume e não acontece nada, ele já é réu no processo”, finalizou.

Pesquisar este blog

Arcebispo da Paraíba convoca para Greve Geral

A Greve Geral que deve paralisar o Brasil próxima sexta-feira, 28, ganhou reforço de membros da igreja Católica. Na P...

MAIS VISTAS

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

INSTAGRAM @namidiadorn