INSTAGRAM @namidiadorn

ULTIMAS NOTICIAS

ULTIMAS NOTICIAS

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Governo argentino reconhece o resultado com "respeito e seriedade"

O chefe de gabinete da presidente Cristina Kirchner, Anibal Fernandez,  afirmou nesta segunda-feira ao chega à Casa Rosada, sede do governo argentino, que mesmo apertado, o resultado eleitoral deve ser recebido com respeito e com seriedade. Mas, ironizou:
- Se o nosso candidato tivesse sido eleito com uma maioria de 700 mil votos, como ocorreu com Maurício Macri, os tanques estariam na porta da Casa Rosado e os aviões dando voltas por cima, em razão de denúncias da oposição.
Em seguida, segundo reportagem no portal do jornal Clarin, deixou claro o entendimento de que a derrota não elimina o kirchnerismo da política argentina:
- Evidentemente saímos do segundo turno empatados. Macri ganhou por 51,4% contra 48,6%. Foram só 700 mil votos de diferença, mostrando, claramente, que ninguém quis tirar ninguém. Estamos em igualdade de condições. Agora, evidentemente, só um ganha. Temos de reconhece-lo com respeito e com seriedade.